Eles precisam de carinho

Seus ps enfrentam quilmetros em asfalto quente, terra batida, lama, esteira. hora de dar uma mozinha a eles

Por Yara Acha | Ilustraes Fido Nesti

Duas engenhocas compostas cada uma por 26 ossos, 107 ligamentos, 33 articulaes e vrios msculos, os ps so motivo de orgulho e ao mesmo tempo vergonha para muitos corredores. Orgulho porque so eles que carregam bravamente o piano na hora da corrida. Vergonha porque, quando no so bem cuidados, ficam com aspecto pior do que um tnis detonado.

Chute o balde

Dicas para dar o merecido descanso aos seus ps

Depois de um treino longo ou uma prova, seus ps precisam de mimos. Tomar um bom banho, aplicar um hidratante e fazer uma leve massagem, alm de coloc-los para cima, melhora a circulao e traz conforto, diz Ana Lcia Recio. O gelo tambm ser um bom companheiro nessa hora. Uma bolsa trmica gelada ou uma trouxinha com pedras de gelo, por 15 a 20 minutos, aliviam o cansao, afirma o ortopedista Rogrio Teixeira da Silva.

E, alm do constrangimento na hora de calar sandlias, ps maltratados podem comprometer seu futuro nas ruas e pistas. Os problemas geralmente ocorrem em funo do impacto, de longas distncias percorridas, da utilizao de calados inadequados para aquele tipo de p, de alteraes ortopdicas da prpria pessoa e do uso prolongado do tnis, o que pode levar a micoses, bolhas, odores, entre outras coisas, diz a dermatologista (e corredora) Ana Lcia Recio, de So Paulo, membro da Academia Americana de Dermatologia.

Do ponto de vista ortopdico, os ps podem ter problemas anatmicos ou posturais e gerar uma srie de chateaes para o corredor. Por isso, importante fazer avaliaes estticas, como a impresso do arco plantar, e dinmicas, com o paciente sendo filmado correndo em uma esteira, sugere Rogrio Teixeira da Silva, ortopedista do Ncleo de Estudos em Esportes e Ortopedia (NEO), de So Paulo. Mais do que apontar os defeitos, esses testes do os caminhos para que a atividade seja praticada com segurana, revelando o tnis certo a ser usado e apontando a necessidade de fisioterapia para alguns desvios de postura, entre outras coisas. Conhea os principais quadros que obrigam o corredor a levar seus ps ao mdico e saiba o que fazer para prevenir ou minimizar os estragos.

Ossos do ofcio

Dores, inflamaes e deformaes podem tir-lo das ruas por um tempo. Aqui, os problemas mais comuns

FASCITE PLANTAR
a inflamao na estrutura de sustentao da sola do p, a fscia. O principal sintoma dor na regio do arco plantar, notada principalmente ao se pisar no cho ao levantar da cama pela manh. Em alguns casos, dura o dia todo. O problema pode se tornar crnico e, quando no tratado, pode acarretar fraturas por estresse.
O que fazer: investir em alongamento, tracionando diariamente o p. Caso a fascite esteja instalada, talvez seja necessrio modificar o treinamento e at suspend-lo por alguns dias, alm de recorrer a medicamentos indicados pelo ortopedista.

INFLAMAO DO TENDO DE AQUILES
caracterizada pela dor na parte de trs do tornozelo, que comea devagar e se intensifica com o passar do tempo. Cronicamente, leva ao enfraquecimento do tendo, tornando-o suscetvel a uma srie de outras leses.
O que fazer: a melhor maneira de prevenir realizar um bom alongamento de pernas e ps. Uma vez ocorrendo a inflamao, voc provavelmente ter de interromper seus treinos por um perodo de sete a 15 dias (em quadros mais leves) ou fazer sesses de fisioterapia por at 12 semanas (em casos mais graves).

METATARSALGIA
a dor na parte de cima do p, onde temos cinco ossinhos chamados metatarsos. Pode estar relacionada a ossos, articulaes, msculos, ligamentos ou tendes na regio. O problema mais comum em pessoas que costumam usar sapatos fechados e mulheres que andam de salto alto.
O que fazer: dar descanso aos ps. Ande descalo ou com calados mais confortveis e use palmilhas.

HLUX VALGO (JOANETE)
Uma salincia ssea do dedo ou dedinho que tem, entre suas causas, o encurtamento do msculo que faz estender os dedos e o excesso de movimentao ou o desvio do osso do meio do p.
O que fazer: usar calados confortveis e certos para seu tipo de p. E alongamento dirio: apoie o calcanhar no cho, contraia os dedos como se fosse pegar um objeto e levante o p, formando um ngulo reto.

Sujeiras, fungos, cracas...

Problemas ligados pele tambm incomodam muito. Confira abaixo alguns deles

UNHA ENCRAVADA
Pode surgir por predisposio gentica, uso de calados apertados e inadequados ao p e pelo corte incorreto das unhas.
O que fazer: voc deve procurar um podlogo para corrigir o problema e, em casos mais graves, ter que dar uma pausa no esporte para a realizao de uma pequena cirurgia para a retirada do excesso de unha o que significa que voc ficar pelo menos um ms sem correr.

MICOSES
O suor gera fissuras entre os dedos e os fungos podem se instalar ali. Outra possibilidade o desenvolvimento direto de micoses, devido ao ambiente quente e mido dos tnis. Mas nem tudo que descama micose. Voc tambm pode ter intertrigo (ou frieira), uma descamao com vermelhido entre os dedos. A diferena que micose coa e o intertrigo no.
O que fazer: higienizar bem os ps e os tnis (veja quadro abaixo).

CHUL
Mesmo aquele indivduo com hbitos corretos de higiene pode ter odor nos ps, j que se trata de uma caracterstica individual. Mas claro que o problema tambm ocorre ou pode ser piorado por conta de uma higiene inadequada.
O que fazer: lavar os ps duas vezes ao dia (inclusive entre os dedos) com sabonete bactericida e enxugar muito bem. O ritual pode ser finalizado com talco antiperspirante.

BOLHAS
Surgem como os hematomas, devido ao atrito constante do p com a meia ou o tnis.
O que fazer: Antes de correr longas distncias, aplicar uma pequena quantidade de vaselina nas reas de maior atrito. Em distncias menores, voc pode usar duas meias fininhas, para que o atrito fique entre elas e no entre a meia e o p. Se as bolhas j surgiram, nada de estourar. Isso ir provocar mais dor e torn-lo suscetvel a infeces. Proteja a rea da bolha com um curativo apropriado. No consultrio, o mdico poder dar um trato melhor.

UNHA PRETA
Os microimpactos constantes na corrida podem levam a traumas nas unhas, promovendo seu descolamento e a formao de hematomas pelo microssangramento.
O que fazer: voc pode usar um tnis um nmero maior, principalmente se costuma percorrer longas distncias, j que seu p vai inchando. Se voc estiver com dor, o mdico provavelmente far um pequeno furo para drenar o sangue acumulado na unha (s no invente de fazer isso em casa). No mais, s lhe resta esperar que uma nova unha nasa e v empurrando o hematoma.

Qual a cara do seu p?

Dependendo de como ele e da maneira como voc pisa, tambm podem aparecer problemas

P PLANO (CHATO)
P com pouca ou nenhuma curvatura na sola. Por ser muito flexvel, na corrida ele deixa o indivduo predisposto a tendinites nos tornozelos ou leses nos joelhos. Tende a uma pisada pronada (para dentro).
O que fazer: aprender a posicionar corretamente pernas e joelhos, com exerccios como deslocamentos laterais e treinos pliomtricos (saltos), cujos objetivos so fortalecer e dar agilidade aos msculos das pernas.

P CAVO
Tem a curvatura do arco plantar muito acentuada. E, por ser excessivamente rgido, sobrecarrega a tbia, deixando o corredor mais vulnervel a fraturas por estresse. Tende a uma pisada neutra ou supinada.
O que fazer: fortalecer e alongar as panturrilhas. Em alguns casos, tambm pode ser necessrio o uso de palmilhas de apoio.

PISADA SUPINADA
Voltada para fora, faz com que o impacto do peso do corpo fique mal distribudo e concentrado em poucos pontos do p, podendo acarretar leses nos ossos de apoio e predispor o corredor inflamao dos tecidos de revestimento da planta do p (fascite plantar).
O que fazer: usar palmilhas e tnis apropriados para melhorar o equilbrio e a distribuio da tenso. E fortalecer os msculos dos ps.

PISADA PRONADA
Voltada para dentro, sobrecarrega a parte interna da perna, comprometendo tornozelos, joelhos e at a coluna. Tambm diminui a estabilidade na pisada, o que amplia o risco de tendinites, artrites e fraturas por estresse.
O que fazer: importante trabalhar a musculatura com exerccios de fortalecimento especfico.

Ateno

H tnis adequados para cada tipo de pisada. Descubra a sua e pea os modelos disponveis para um vendedor especializado.
Um corredor de pisada neutra e p normal tem menos chance de ter os problemas acima, embora no esteja livre deles.

Grandes aliados

Avon Foot Works, talco desodorante para os ps
Promete ajudar na absoro da umidade, deixando os ps secos e confortveis. Contm mentol.
Preo: R$ 10,00
Site: www.avon.com.br
Natura Ekos Cacau, hidratante para pernas e ps
Segundo o fabricante, promove ultra-hidratao e ajuda a proteger as reas ressecadas.
Preo: R$ 20,90
Site: www.natura.net
O Boticrio Nativa Spa, gel para pernas e ps
Contm arnica e mentol, no gorduroso, estimula a circulao e refresca, segundo o fabricante.
Preo: R$ 22,90
Site: www.boticario.com.br
Bula Verdde Safe Runners, gel protetor
Contm vaselina e silicone, indicado para a preveno das bolhas causadas pelo tnis.
Preo: R$ 15,00
Site: www.bulaverdde.com.br
OX SOS Ps, sabonete em p escalda-ps
Recomendado para proporcionar conforto e relaxamento depois de atividades fsicas.
Preo: R$ 5,90
Site: www.oxcosmeticos.com.br
Doctor Feet, meia esportiva antibolhas
Especial para ps sensveis, adequada principalmente para caminhadas e corridas.
Preo: R$ 20,00
Site: www.doctorfeet.net
África do Sul | Alemanha | Austrália/Nova Zelândia | Espanha | Estados Unidos | França | Holanda/Bélgica | Itália | Polônia | Reino Unido | Suécia