Ressonncia magntica e as leses no joelho

Crdito: www.radiologiadoesporte.com.br
Com o aumento dos praticantes de esportes e de atividades fsicas em geral, tm aumentado o nmero de atletas que apresentam algum tipo de leso msculo-esqueltica, especialmente no joelho. "No nosso meio, h muita prtica de futebol, voleibol, basquetebol, alm do grande nmero de corredores de rua, caminhantes, freqentadores de academias de ginstica, triatletas etc", diz o Dr. Milton Miszputen, radiologista msculo-esqueltico especialista em leses nos esportes.

Um dos destaques atuais da medicina esportiva o uso da ressonncia magntica para o diagnstico das leses nos esportes que ocorrem no joelho. "A ressonncia o mtodo de diagnstico que tem a melhor definio de imagem em toda a radiologia. Supera a ultra-sonografia por ser mais completo e ao abranger e demonstrar com clareza estruturas como meniscos, ligamentos, cartilagem e tendes. A ultra-sonografia tem seu papel ao poder diagnosticar leses de partes moles situadas mais superficialmente no joelho. Assim, a ressonncia magntica uma excelente opo diagnstica, principalmente aps a realizao de radiografias e de ultra-sonografia", confirma Miszputen.

Para o mdico, hoje em dia no se pode falar em medicina esportiva sem falar de ressonncia magntica, especialmente no diagnstico das leses do joelho. "A tcnica cada vez mais mencionada na imprensa quando o assunto de leses em jogadores profissionais de futebol, mas atletas amadores e recreacionais tm o mesmo acesso a essa tecnologia. O atleta lesionado poder se beneficiar da qualidade das imagens por ressonncia magntica na medida em que seu mdico ter condies de fazer um diagnstico mais precoce e mais preciso. Assim, o atleta obter um tratamento dirigido especificamente ao seu problema, podendo retornar s suas atividades fsicas mais cedo."

E, o mtodo muito rpido. Aparelhos mais modernos de ressonncia magntica realizam exames de joelho em pouco mais de quinze minutos, um tempo extremamente rpido e confortvel para o paciente. "Ainda, alguns aparelhos tm tneis mais amplos (largos) e mais curtos, evitando qualquer desconforto em pacientes claustrofbicos. Para exames de joelho, tornozelo, bacia, coluna lombar e dos membros inferiores em geral, o paciente permanece com a cabea confortavelmente fora do magneto."

De acordo com o especialista muitas das dores apresentadas por esses atletas, profissionais ou amadores, podem no representar algo de mais srio, e muitas vezes so decorrentes de algum tipo de fadiga ou dor prpria pelo esporte. "Entretanto, em um grande nmero de casos, necessria a procura por um servio mdico especializado para um adequado diagnstico, tratamento e acompanhamento."

A articulao do joelho, a maior do corpo, local de vrios tipos de leses especficas do esporte. Elas podem ocorrer:
nas estruturas sseas,
cartilagem,
meniscos,
musculatura peri-articular,
ligamentos e
tendes

"Na maioria dos casos, o ortopedista especializado em medicina esportiva vai precisar de exames de imagem para auxiliar no diagnstico definitivo da leso do atleta. Radiografias so frequentemente solicitadas ao paciente e em alguns casos, algum tipo de exame mais especializado necessrio" explica Miszputen.

www.radiologiadoesporte.com.br
1 Comentários:
'Fabio Palma - Paulnia' (14/03/2009 @ 16:22)
Espero no precisar, mas bom saber
África do Sul | Alemanha | Austrália/Nova Zelândia | Espanha | Estados Unidos | França | Holanda/Bélgica | Itália | Polônia | Reino Unido | Suécia